Como reconhecer a violência no namoro

Descobra como pode reconhecer comportamêntos de violência no namoro. Não ignore e ajude a combater este problema, contacte a APAV em caso de dúvidas.

Atualmente, é difícil nunca ter ouvido falar de alguém que sofra (ou já tenha sofrido) de violência no namoro ou de violência doméstica. Ademais, se em tempos a sociedade relegava estas questões para o foro íntimo do casal, hoje pode – e deve – denunciar situações destas.

Mas sabes exatamente o que é a violência no namoro? Sabes como identificá-la?

É importante aclarar tudo a este respeito. 

O que é a violência no namoro?

Segundo à APAV, «é um ato de violência pontual ou contínua cometido por um dos parceiros (ou por ambos), numa relação de namoro». Basta que uma das pessoas aja de forma a dominar, humilhar ou subjugar a outra para que devamos estar alerta.

E desengane-se quem considere que é só em casais adultos que a violência surge. Aliás, a violência no namoro é cada vez mais comum em adolescentes, o que é uma janela aberta para futuros casamentos abusivos. 

Alguns sinais de violência

É crucial que conheças os principais sinais de violência para que os consigas reconhecer na tua ou na relação de uma amiga.

São eles:

  • ter crises de ciúmes frequentes e despropositadas;
  • limitar o convívio com determinadas pessoas;
  • adotar uma postura agressiva sem motivo;
  • controlar obsessivamente os contactos recebidos, os horários e os locais que o/a companheiro/a frequenta;
  • justificar as suas atitudes violentas com os comportamentos do outro;
  • insistir para ter relações sexuais, mesmo que o desejo não seja mútuo.

Mas é claro que estes são apenas os primeiros sintomas de uma relação abusiva… Na sua forma mais grave a violência é inequívoca, manifestando-se:

  • no psicológico – com manipulação e extremo controlo;
  • a nível verbal – com críticas e comentários propositadamente ameaçadores;
  • a nível físico – com empurrões, murros ou qualquer ação que intente contra a integridade física do/a parceiro/a.

O agravamento da violência em confinamento 

Mas todos estes sinais surgem sobretudo em privado, o que torna o confinamento devido à Covid-19 particularmente propício ao agravamento da violência. 

Por isso, é natural que muitas vítimas de violência no namoro se sintam, agora, ainda mais vulneráveis e com dificuldade em pedir socorro… 

Assim, se te consideras uma vítima de violência, sabe que, agora mais do que nunca, deves pedir ajuda caso te sintas ameaçada. Se reconheceres estes padrões de comportamento num vizinho/a, familiar ou amigo/a deves denunciar a situação e, claro, dar apoio à vítima. 

violência no namoro é sempre intolerável e o confinamento não pode ser uma desculpa.