Como poupar em 2020 – fundo de emergência

Já sabe o que fazer com o dinheiro que poupou da técnica que lhe ensinei de como poupar em 2020 com as subscrições?
como poupar

Como poupar em 2020?

Primeiro de tudo estão lembrados do último artigo? (Como poupar em 2020 – subscrições mensais). Já tem ideia do que vai fazer com a poupança obtida?

Caso ainda não saiba o que fazer, aqui vai a minha sugestão segura que é criar um fundo de emergência.

Pegando no meu exemplo, de como poupar 80 € com o cancelamento das subscrições em vez de deixar esse dinheiro na conta à ordem posso o depositar numa conta, num fundo de emergência, para ser utilizado no futuro. Neste caso até lhe sugiro uma conta poupança no mesmo banco, mobilizável a qualquer momento. Porque caso não venha a usar esse dinheiro ao fim de 6 meses já lhe renderá uns centimos.

Assim, voltando ao exercício a 6 meses irei ter um fundo de emergência com mais de 480€.

Neste novo paradigma não saberemos o futuro, um de nós pode ficar doente ou até sem trabalho. Um fundo deste género ajudará a manter o equilibro financeiro por algum tempo.

Daí ser muito importante desde de já, saber como poupar e criar, se não o tiveres feito até hoje, um fundo de emergência, onde irá depositar algum dinheiro que não vai utilizar.

Os especialistas financeiros dizem que este género de fundo para caso lhe acontece alguma coisa, deve ter pelo menos um valor igual a 6 meses das suas despesas mensais caso seja um trabalhador dependente.

Já eu vou um pouco mais longe. A gestão de projectos e de pessoas ensinou-me que para deixar todas as partes involves felizes, devemos ir mais além.

Assim trago essa aprendizagem para a minha gestão pessoal financeira e familiar.

Assim, o meu conselho é que tenha um fundo de emergência superior a 6 meses, um fundo a 9 meses para que possa ter a liberdade financeira de fazer as melhores escolhas.

Gostaram destas dicas de como poupar em 2020? – Leia mais em Estilo de vida.